Entretenimento

Entretenimento

Esportes

Esportes

Notícias

Notícias

Tecnologia

Tecnologia

Vídeos

Vídeos

Página ínicial » Tecnologia

Henry Edward Roberts, criador do primeiro PC e inspirador da fundação da Microsoft, morre nos EUA

Postado por em sexta-feira, 2 abril 2010Nenhum Comentário

O Globo

Henry Edward Roberts

ATLANTA – O Dr. Henry Edward Roberts, criador do Altair 8800, o computador pessoal que inspirou Bill Gates a fundar a Microsoft, morreu nesta quinta-feira aos 68 anos de idade, após uma longa batalha contra uma pneumonia. Em 1975, Roberts concentrou milhares de dólares de capacidade computacional em um kit fácil de montar e que poderia ser comprado pelo cidadão comum. Bill Gates e seu amigo de infância Paul Allen se inspiraram a fundar a Microsoft no mesmo ano quando leram um artigo sobre o MITS Altair 8800 na revista Popular Electronics.

– Eu assumi que havia mais malucos como eu que gostariam de ter um computador – disse Roberts ao Atlanta Journal-Constitution, em 1997 – Para engenheiros e profissionais da área de eletrônica é o aparelho mais importante.

Ex-militar, Roberts trabalhou também como fazendeiro e médico, mas continuou próximo aos avanços no mundo da computação: ele recentemente disse a Gates que pretendia trabalhar com novas máquinas utilizando nanotecnologia, de acordo com seu filho David Roberts, que confirmou também que Gates foi a Georgia para o enterro de seu mentor.

“Ed aceitou nos dar uma chance, dois rapazes interessados em computadores muito antes deles se tornarem comuns – e nós sempre fomos gratos a ele”, disseram Gates e Allen num comunicado conjunto, “O dia em que nosso primeiro software funcionou em um Altair foi o início de grandes acontecimentos. Sempre teremos boas memórias de trabalhar com Ed”.

Eu assumi que havia mais malucos como eu que gostariam de ter um computador

O homem que costuma receber o crédito por dar início a era moderna da computação nunca pretendeu liderar uma revolução. Nascido em Miami, em 1941, Roberts serviu na Força Aérea dos EUA e se formou em engenharia elétrica na universidade Estadual de Oklahoma, em 1968.

Mais tarde, aproveitou seu interesse por tecnologia produzindo calculadoras comerciais. Quando grandes empresas como a Texas Instruments entraram no negócio, Roberts se endividou, conta seu filho. Enquanto isso, se interessou por computadores, que na época eram máquinas imensas disponíveis apenas em universidades.

– Ele teve a ideia de que pessoas comuns pudessem ter um computador desses em casa – disse David, acrescentando que seu pai esperava vender apenas poucas unidades – Ele fez isso para pagar as dívidas.

O próprio Roberts mais tarde descreveu seu esforço como “um esquema quase megalomaníaco” que ele perseguiu por ambição da juventude.

– Mas naquela época nós não tinhamos os benefícios da idade e da experiência – disse a um programa de tevê chamado “Triumph of the Nerds”, que foi ao ar em 1996 – Nós não sabíamos que não poderíamos ter sucesso.

O Altair não lembra em nada os laptops ultrafinos de hoje. Operado por chaves e sem uma monitor, parecia mais uma caixa metálica coberta de luzes vermelhas.

– No início era inútil. As pessoas compravam achando legal ter um computador – disse Gates em uma entrevista sobre a história da máquina para a Smithsonian Institution.

Modelo do Altair 8800

Roberts fundou a Micro Instrumentation and Telemetry Systems (MITS), que vendia os kits. Os jovens Gates e Allen mais tarde fundariam sua pequena empresa Microsoft em Albuquerque, no Novo Mexico, onde a MITS estava baseada, e forneceriam uma linguagem de computador que ajudava a programar a operar o Altair, a Basic.

Gates e Allen chegaram a se desentender com Roberts quanto aos direitos do Altair Basic, mas a disputa foi decidida em favor da recém-fundada Microsoft. O Basic foi o principal produto da empresa até a criação do MS-DOS, no início dos anos 80.

Roberts vendeu a MITS em 1977 e foi ser fazendeiro na Georgia, antes de entrar na faculdade de medicina na Universidade de Mercer, em 1986. Roberts trabalhou como médico, mas nunca perdeu o interesse por tecnologia. Mesmo doente, demonstrava interesse no iPad, da Apple.

– Ele queria ver um – disse Roberts, que classificou o pai como “um homem da renascença”.






Publicidade

Deixe o seu comentário

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback do seu próprio site. Você pode também se inscrever a este comentário via RSS.

Dicas; Seja simpático. Mantenha o post limpo. Permaneça no tópico dos comentários. E nada de spam heim!




Você pode usar essas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O gravatar está ativado você pode usar o seu, se você não tem um Faça o seu gravatar aqui.