Entretenimento

Entretenimento

Esportes

Esportes

Notícias

Notícias

Tecnologia

Tecnologia

Vídeos

Vídeos

Página ínicial » Celulares, iPhone

iPhone ganha status de plataforma para games

Postado por em quarta-feira, 1 abril 2009Nenhum Comentário

Recursos do iPhone oferecem vantagens em relação aos videogames portáteis.

Da Reuters
Quarta-feira, 01 de abril de 2009 – 17h29

iphone-20090401173608

Recursos do iPhone oferecem vantagens em relação aos videogames portáteis.

SÃO FRANCISCO – O iPhone, da Apple, surgiu como uma plataforma séria para videogames, concretizando a promessa dos jogos em celulares e se posicionando como um concorrente legítimo dos consoles.

Na Game Developers Conference, em San Francisco na semana passada, houve muita discussão sobre planos de jogos para o iPhone e seu primo iPod Touch, que funciona apenas com o sistema WiFi.

Com cerca de 30 milhões de aparelhos no mercado –17 milhões de iPhones e 13 milhões de iPod Touches–, e acesso a milhares de jogos sempre que desejarem, os consumidores estão comprando e jogando dezenas de milhões de jogos.

Enquanto isso, os criadores de jogos estão mergulhando no mercado com entusiasmo, apresentando novas ofertas em ritmo furioso.

Há quem diga que os recursos únicos do iPhone, como capacidade de GPS, conectividade, tela de toque, e sua grande variedade de conteúdo oferecem vantagens com relação aos aparelhos de videogames portáteis mais estabelecidos, como o Nintendo DS e o Sony PSP.

A série DS já registrou mais de 100 milhões de unidades vendidas, e o PSP tem mais de 50 milhões de vendas desde que os dois modelos chegaram ao mercado no final de 2004.

“O iPhone é uma ameaça a outras plataformas portáteis de jogos”, disse Mitch Lasky, sócio do grupo de capital para empreendimentos Benchmark Capital e ex-presidente executivo da Jamdat Mobile, vendida à Electronic Arts em 2005 por 680 milhões de dólares. “Pode ser algo de imenso”.

A App Store da Apple estreou em julho passado, mas já surgiu toda uma rede de programadores que criou milhares de jogos, que variam de quebra-cabeças e jogos de fliperama a jogos de ação e combate individual. Os programadores ficam com 70% da receita, e a Apple retém 30%.

Os criadores de jogos incluem nomes estabelecidos como a Electronic Arts, Gameloft e Glu Mobile, companhias mais novas como a “ngmoco” e programadores individuais trabalhando de seus cubículos.

Sanette Chao, diretora de relações públicas da Gameloft, disse que a empresa ganhou mais dinheiro vendendo jogos para o iPhone e o iPod Touch nos últimos meses do que em todas as suas vendas a outras operadoras.

“O setor móvel estava esperando pelo momento da virada… O lançamento da App Store foi esse momento”, disse Chao.






Publicidade

Deixe o seu comentário

Adicione seu comentário abaixo, ou trackback do seu próprio site. Você pode também se inscrever a este comentário via RSS.

Dicas; Seja simpático. Mantenha o post limpo. Permaneça no tópico dos comentários. E nada de spam heim!




Você pode usar essas tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O gravatar está ativado você pode usar o seu, se você não tem um Faça o seu gravatar aqui.